A greve dos caminhoneiros expôs a fragilidade do sistema de transporte de cargas brasileiro em seus diversos aspectos. Seja na dependência absurda em um modelo monolítico que centraliza no caminhão todo o seu modus operandi, nas dificuldades que motoristas enfrentam diariamente ou até mesmo em nosso falido sistema político.

Agora imagine que o Brasil resolva entrar em greve contra os brasileiros. Isto mesmo, vamos usar a nossa mente criativa pra criar uma fábula onde o nosso país – de saco cheio das atitudes dos brasileiros – resolva iniciar uma greve geral. A mãe gentil reclamando por mudanças no comportamento dos filhos deste solo!

Qual iria ser sua principal solicitação? O que o nosso país iria requisitar como condição para interromper a sua greve contra os brasileiros? O que o povo heroico que emite um brado retumbante deveria fazer para acalmar os ânimos da pátria amada?

Eu acho que a lista iria começar com deixar a hipocrisia, falsidade, dissimulação e tornar-se um brasileiro de verdade, sem querer tirar vantagem em tudo, só enxergando os erros das outras pessoas. Acredito que o Brasil não suporta mais o brasileiro que chama o político de ladrão, mas que dá dinheiro para o policial corrupto, a fim de não levar uma multa. Aquele brasileiro que vai às ruas clamar por justiça, mas que não dá um prato de comida ao necessitado e que repreende o faminto, tratando-o como se fosse um cão.

O Brasil já não engole mais o brasileiro que reclama da corrupção, mas que sonega impostos, vende sem nota ou compra com meia nota. Que bate panelas, mas que compra filmes piratas do camelô, financiando, mesmo sem saber, o crime organizado, a prostituição e consumo de drogas. Gente, o Brasil iria entrar em greve contra o brasileiro que prefere o contrabando e o descaminho, do que comprar mercadorias em seu próprio país e incentivar a economia local. E contra o brasileiro que pede recibo ou nota fiscal em valor acima do que foi gasto, para enganar seu patrão, quando na verdade ele está enganando a si mesmo.

É preciso compromisso com a mudança

Sim, assim como os caminhoneiros, o Brasil – desculpe a palavra – está puto e só vai terminar esta greve quando for ouvido e tiver o compromisso de cada brasileiro com mudança. O compromisso de olhar para a trave que está no seu olho e parar de observar o cisco do olho do seu irmão.

São as pequenas corrupções diárias, aceitas pela sociedade como normal, que fazem dessas atitudes, um câncer que destrói e que mata. É aquele brasileiro que possui carteirinha de estudante falsificada, uma praga que já se espalhou de tal maneira, que produtores de espetáculos praticamente dobraram o valor das entradas no Brasil para poder compensar o dinheiro perdido com as falsificações. Ou também aquela máfia da compra de carteira de habilitação. São crimes que vão desde a compra do documento até o pagamento do famoso “quebra” na hora da prova prática de direção.

Sabe gente, o Brasil tá de saco cheio do brasileiro corrupto que se orgulha em ter aquele aparelhinho mágico que “abre todos os canais da sua TV a cabo”, a famosa SkyGato. Ou do camarada que não declara rendimentos extras no Imposto de Renda. Que bate o ponto de trabalho para o amigo. Que vende seu voto por algum benefício pessoal, como emprego, material de construção ou cesta básica. Ou até aquele espertinho, que falta no trabalho e apresenta atestado médico falso.

A greve dos caminhoneiros durou alguns dias, trazendo caos por todos os cantos. E esta greve imaginária, fruto da minha mente desenvolta, que fim será que teria? Eu sou um homem de fé galera. Eu acredito no Brasil. Eu acredito na mudança, ainda que lenta e morosa, mas ela tem que começar. E que comece comigo e por que não também começar com você!

“Mas, se ergues da justiça a clava forte
Verás que um filho teu não foge à luta
Nem teme, quem te adora, a própria morte

Terra adorada
Entre outras mil
És tu, Brasil
Ó pátria amada!”

Até semana que vem! Um grande abraço! E um beijo no coração!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s